Em qual cidade ficar na Chapada Diamantina?

Como explicamos neste post, a Chapada Diamantina é uma região com mais de 40 mil km e abrange 24 municípios. As principais cidades são Lençóis, Andaraí, Ibicoara, Mucugê, Igatu e Palmeiras e Rio das Contas.

mapa-atracoes-da-chapada

Por conta da sua extensão, para conhecer os principais pontos da Chapada é preciso escolher duas ou três cidades como ponto de apoio. Para mim, a solução ideal foi alugar um carro ainda em Salvador. Isso me deu liberdade para conhecer boa parte dos lugares sem a restrição de horário estabelecido pelas agências. Além disso, pude começar a viagem por Ibicoara, na parte Sul da Chapada, onde fiz as trilhas mais puxadas.

Para escolher as cidades é preciso levar em consideração algumas coisas: dê uma olhada no mapa da Chapada, veja o que você quer conhecer nas proximidades, quantos dias serão necessários e como será feito o deslocamento.

No meu caso, fiquei em Ibicoara e no Vale do Capão.

Para saber mais: 

Chapada Diamantina de Carro: um roteiro de 10 dias

Como organizar sua viagem para Chapada Diamantina

Lençóis

Lençois, Chapada Diamantina

Se a Chapada Diamantina fosse um país, Lençóis provavelmente seria a capital. Para muitos, ela é a porta de entrada para o Parque Nacional e parece muito uma miniatura do Centro Histórico de Salvador.

Ali estão as agências de turismo, vários restaurantes e a maior parte dos hotéis. Por ter ido para Lençóis depois de Ibicoara e Vale do Capão, foi a cidade que menos me cativou, mas ela é bem bonitinha.

Onde Ficar

Para quem procura muito conforto, o Hotel Canto das Águas e a Pousada Vila Serrano são ótimas opções. Para quem leva em consideração o custo benefício, vale a pena conferir a Pouso da Trilha e a Pousada Azul Solar.   Para os mochileiros, o  Albergue de Lençóis e o HI Hostels  têm ótimos preços e o segundo ainda tem wifi.

Onde comer

Se tem uma coisa que você não precisa ter medo na Chapada Diamantina é de passar fome.  Em todos os lugares se come muito bem e em Lençóis não seria diferente.

O El Jamiro é um restaurantezinho charmoso que serve comida feita com ingredientes orgânicos.  Já o Café no Mato tem um crepe de alho poró bem gostoso e vários cafés.

Palmeiras / Vale do Capão

Vale do Capão

Se você é de Humanas o Capão é, sem dúvidas, seu lugar no mundo. Esse é o cantinho mais alterna da Chapada e as trilhas pesadas cedem espaço para o ecoturismo e caminhadas contemplativas.

O Capão tem um essência mística que atrai diversas pessoas em busca de autoconhecimento e um estilo de vida mais naturalista. Não é à toa que este é um dos principais pontos de turismo terapêutico no Brasil.  No Vale  é fácil encontrar experiências como Saunas Xamânica e cerimônias de Daime.

Este é meu lugar favorito na Chapada e realmente tem uma energia diferente de qualquer outro lugar que conheci.

Onde Ficar

Onde Ficar na Chapada

Aluguei um chalé lindo com as Casas Maria Flor. Embora localizado bem no meio da mata, fica apenas a 5 minutos de carro do Capão e quando não queria dirigir era só pedir um mototáxi. Eles têm várias casas na região e eu falei diretamente com a Carla, que responde super rápido inclusive por whatsapp (75 9227-3296).

Algumas pousadas oferecem atividades de vivência e bem-estar, como a Castelar Alvorada. Os hóspedes podem optar por banho de ervas no rio, reiki, cristaloterapia. oráculo maia, hidroterapia e massagem ayurvédica. No Lothlorien você pode trocar parte do valor da sua estadia por trabalho.

Para quem procura um lugar mais tradicional, a Pousada Tatu Feliz, Pousada Vila das Cores e a Pousada Candombá são ótimas opções.  O Capão também tem alguns campings como o Guapira e a Pousada Camping  Gorgulho.

Onde Comer

A  alimentação do Vale do Capão segue a vibe naturalista do lugar. A comida é muito gostosa e é possível encontrar várias opções para vegetarianos e veganos. Diversos pratos são feitos a base de palmito de jaca, uma delicia!

A Pizzaria Capão Grande serve uma pizza de palmito de jaca que é muito gostosa!  Todos os dias revezamos essa pizza com o Pastel do Léo.

Tem um restaurante na rua da entrada da mata, onde eu sempre tomava café da manhã. Eles servem um falafel bem digno por ali.  

Andaraí

Muitos turistas que vão para o Poço Encantado e Azul se hospedam na cidade. Andaraí é bem pequena e não tem muita coisa além dos atrativos naturais.

Onde ficar

Pousada Sincorá e Camping Diamantino

Onde Comer

O Tapioçaí ( que é especializado em tapioca e açaí, vejam só), é uma opção para quem procura uma refeição rápida depois dos passeios.

Igatu

Igatu Chapada Diamantina

Ela nasceu como a  Vila Xique-Xique de Igatu ( tem como não amar esse nome?) e é a principal referência no Ciclo Diamantes da Bahia.  Também foi um dos maiores produtores mundiais de carbono, que foi exportado para a construção do metrô de Londres

Igatu, que hoje faz parte do distrito de Andaraí, é tombada pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.  As ruas, casas, pontes,  igrejas…são quase todas feitas de pedras. É bem bonitinho. 🙂

Onde Ficar

Art Hotel Cristal que fica no centrinho.

Onde Comer

Bar e Restaurante Água Boa

Mucugê

mucuge chapada diamantina

Cheia de casinhas coloridas e ruas todas de pedra,  a pequena cidade faz parte do roteiro clássico da Chapada e é muito linda. Ela foi construída no século XIX, nas margens da Serra do Sincorá, e foi o primeiro local onde encontraram diamantes na região.  Mucugê possui o único cemitério bizantino do Brasil, que é todo pintadinho de branco e tem jazigos em forma de igreja.

Onde Ficar

Pousada Mucugê e Pousada Casa na Serra

Ibicoara

Fica no Sul da Chapada Diamantina, perfeito para quem busca esportes de aventuras e trilhas mais puxadas.  Ali ficam a Cachoeira do Buracão e a Cachoeira da Fumacinha.

Foi uma ótima decisão começar por ali, já que o Capão misteriosamente deixa a gente mais lento..hehehe

Onde Ficar

Ibicoara Chapada Diamantina

Me hospedei na casa do guia, que fica no Baixão, zona rural de Ibicoara. O  Abrigo do Mato ( telefone: 77 9910-7456 / e-mail: lucianoguiabicho@gmail.com, ele demora uma semana pra responder, não se desespere). O Luciano e a Tamara são de São Paulo, moraram em Londres, mas fizeram da Chapada Diamantina seu lar. Eles são ótimos guias , conhecem e respeitam a região.

Acho que essa é uma opção válida para quem está de carro, já que eles ficam no final da Zona Rural. A casa é muito limpa e a cozinha deles é maravilhosa. A Tamara é uma cozinheira excelente… até hoje falo do pão de queijo e do filé de carne de sol que ela prepara.

Ibicoara Chapada Diamantina

Fizemos a trilha da Fumacinha com um ótimo guia indicado pelo Luciano, o Du, porque ele havia sofrido um acidente de moto. No dia seguinte fizemos a trilha  do Buracão com ele. Detalhe: Luciano mancando do acidente e eu mancando por conta da Fumacinha.

No caminho entramos na Pousada Flor de Lotus para pedir informação. Ela é bem bonitinha também.

Onde Comer

Já falei que a Tamara era uma cozinheira maravilhosa? Queria comer em nenhum outro lugar não

Rio das Contas

Essa é a a cidade mais antiga da região. Ela fez parte da Rota do Ouro e possui uma arquitetura colonial bem bonita e preservada.

Onde Ficar

Raposo Chalé

Pouso da Soraya ( também funciona como restaurante)

Onde Comer

Pousada e Pizzaria Refugio da Chapada

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: