10 coisas que você precisa saber antes de conhecer o Salar de Uyuni

O Salar de Uyuni, maior deserto de sal do mundo, é o destino turístico mais importante da Bolívia. Com mais de 10 mil quilômetros quadrados de extensão, o lugar é responsável por movimentar a vida e a economia da pequena cidade de Uyuni.

Veja aqui como planejar a viagem para o Salar

Programar a travessia de três dias pela região pode ser um desafio. Veja aqui dez coisas que você deve saber antes de viajar pelo Salar de Uyuni e evite perrengues. 😉

 

1.Quer economizar? Comece a travessia pela Bolívia

Cactus salar de uyuni
É possível conhecer o Salar de Uyni saindo da Bolívia ou do Chile

 

É possível fazer o tour saindo da cidade de Uyuni, na Bolívia, ou de San Pedro do Atacama, no Chile. O roteiro, hotéis e transporte são os mesmos, a grande diferença é o preço.

Em Uyuni, as agências vendem o pacote  por 700 Bolivianos ( Cerca de R$ 400), já no Atacama o preço do tour era 120.000 Pesos Chilenos ( aproximadamente R$ 700).  O valor inclui transfer, alimentação e hotéis para duas noites. As entradas para os parques devem ser compradas por fora.

Para entrar na Bolívia brasileiros não precisam de passaporte, basta a Carteira de Identidade com menos de 10 anos e a Carteira de Vacinação Internacional. É levar levar o passaporte porque dá para carimbar o passaporte em alguns pontos do parque.

2.Escolha bem sua agência

Salar de Uyuni travessia de carro
A travessia é sempre feita em carros 4×4

Não importa se sua viagem começa em Uyuni ou em San Pedro do Atacama, não há necessidade de marcar nada com antecedência. Quando desci do ônibus em Uyuni, fui abordada por diversos vendedores. O mesmo acontece no Atacama.

Antes de chegar, tive o cuidado de selecionar as que as agências que tinham melhores referências no Tripadvisor e conversei com eles pessoalmente. Escolhi a Salty Desert, que achei muito boa.

Em uma pesquisa rápida você vai encontrar pessoas que tiveram que viajar em carros com falta de manutenção, motoristas ruins e passaram a viagem comendo miojo. A viagem é roots, mas não precisa ter perrengue desnecessários.

3. Não espere luxos

Existem opções de carros privados e hotéis cinco estrelas, por preços a partir de $650 Dólares ( R$ 2.500). Mas, se assim como eu, você for pobre do povo, não espere grandes luxos.

O tour é feito em carros 4×4 e levam 6 turistas, com quem você dividirá o carro. Os hotéis são simples, mas bem limpinhos. O primeiro hotel tinha água quente, o segundo não e ninguém teve coragem de enfrentar a água gelada com a temperatura abaixo de zero. As refeições também foram boas, mas as duas vegetarianas do grupo ficaram bem limitadas.

Lembre-se que você está no deserto, em uma região relativamente remota. Então a estrutura vai ser bem simples.

4. Se prepare para o frio…

Arvore de Pedra
Casaco é indispensável nessa viagem

Não importa a época do ano, faz frio. Mesmo durante o meses mais quentes (  abril, maio, setembro, outubro e novembro), quando chega a fazer 20 graus durante o dia, a temperatura vai muito à noite e chega a ficar abaixo de zero.

Então não esqueça de colocar uns bons casacos na mala.

5. Pense bem no que levar mala

Salar de Uyuni
Óculos de sol, casaco corta-vento, e protetor labial não podem faltar na mala

Falando nisso,  a mala para a travessia deve ser bem pensada. No mesmo dia você pode lidar com temperaturas agradáveis ( 20 graus), frio e muuuuito vento.

Durante o dia, as malas ficam amarradas em cima do carro. Por isso, leve uma mochila de ataque e coloque nela tudo que você vai precisar durante o dia.

Na bagagem não pode faltar:

  • Calça e blusa térmica;
  • Um tênis confortável;
  • Uma blusa fleece;
  • 2 camisetas e 2 blusas de manga longa;
  • Meias quentinhas ( se você for ao Peru antes, compre alguns pares de pêlo de alpaca)
  • Casaco;
  • Casaco corta-vento;
  • Gorro ou faixa para proteger as orelhas;
  • Cachecol;
  • Roupa de banho ( um dos pontos do roteiro são piscinas termais);
  • Chinelo de dedo para tomar banho;
  • Óculos de Sol;
  • Protetor Labial;
  • Bateria extra e powerbank para celulares e câmeras;
  • Lencinhos umidecidos;
  • Kit com remédios básicos
  1. Leve comida
    WhatsApp Image 2019-03-13 at 12.27.58
    Salada, quinoa e carne foi o cardápio do primeiro almoço

Antes da viagem, passe em um mercadinho e compre 5 litros de água para a viagem, frutas e alguns lanches. O preço da viagem inclui três refeições e só. Então é sempre bo mter algo para matar a fome.

7. Soroche, prazer em conhecê-lo

O Salar de Uyuni não demanda um grande esforço físico, já que você chega em todos os locais de carro. Mas a altitude pode ser um desafio para os turistas. O deserto fica a 3.656 metros acima do nível do mar e muitos turistas enfrentam o temido soroche ( mal de altitude).

Existem vários sintomas que podem ser apenas uma leve dorzinha de cabeça, mas também enjoo, vômito, tontura, falta de ar… Geralmente o corpo se adapta em dois ou três dias. Para driblar o soroche, tome muito chá de folhas de coca. Muita gente também compra um remédio chamado soroche pills.

8. Deixe o drone em casa

Laguna na Bolívia
Leve apenas celular e câmera para fazer suas imagens

Você vai conhecer uma das paisagens mais fantásticas da América do Sul e certamente terá bons registros. Os drones são proibidos em muitos pontos da viagem com o objetivo de não perturbar os animais da região. Então não seja a pessoa que assusta os flamingos ou faz as vicunhas saírem correndo só para ter imagens áereas para postar.

Em todas as lagoas existem avisos indicando até onde o turista pode ir. Respeite. Aliás, evitar perturbar a vida nos animais é uma dica válida para qualquer lugar que você visitar.

9.Internet? Esqueça

Fique feliz em conseguir carregar seu celular e câmera no hotel. Mas esqueça internet. Você vai passar a viagem sem sinal de telefone e wifi. Então é sempre bom avisar a família que você não dará notícias durante o período. Durante toda a viagem, paramos apenas em um lugar que tinha wifi bem cara.

Aproveite e encare a viagem como um momento detox de tecnologia 😉

10. Atacama, por que não?

Imigração Bolívia
Fila de imigração para sair da Bolívia

Se você for sair da Bolívia, é possível se organizar e conhecer o Deserto do Atacama também. No terceiro dia, o motorista para na fronteira com o Chile onde você passa pela imigração e pode pegar um ônibus que te deixa em San Pedro do Atacama em  40 minutos.

Quando comprei o pacote na agência de Uyuni, negociei para que no valor estivesse a passagem para o Atacama inclusa. Para não ter transtornos, sempre peça a nota fiscal com tudo que foi negociado.

 

Um comentário em “10 coisas que você precisa saber antes de conhecer o Salar de Uyuni

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: