Praias do Mar de Dentro e Mar de Fora em Fernando de Noronha

A decisão de visitar Fernando de Noronha certamente é motivada pelo desejo de conhecer algumas das praias consideradas  como as mais bonitas do mundo. O arquipélago possui, ao todo , 24 km de extensão e oferece uma combinação perfeita de paisagens de cair o queixo, água cristalina e vida marinha impressionante.

O ingresso para o Parque Nacional Marinho é necessário para algumas praias. Falamos sobre ele no posto com Informações básicas sobre Fernando de Noronha.

mapa-noronha.jpg

Antes da viagem estudamos o mapa de Noronha e checamos a tábua da maré para decidir o que faríamos em cada dia. Fernando de Noronha possui aproximadamente vinte praias distribuídas em duas costas: Mar de Dentro e Mar de Fora.  

O Mar de Dentro é voltado para o Brasil e possui ótimos lugares para ver o pôr do sol, além de abrigar as praias praias mais bonitas, como Sancho e Baía dos Porcos.

O Mar de Fora é a parte da ilha voltada para África e tem águas mais agitadas. As praias mais  famosas são a Sueste, que é cheia de tartarugas, e Atalaia, um berçário natural.

Fernando de Noronha pode receber até 246 turistas por dia, por isso você nunca vai se deparar com praias abarrotadas. Tenha sempre um snorkel com você e aproveite a tranquilidade do lugar 🙂

Praias do Mar de Dentro

Praia do Porto de Santo Antônio

Imagine que você é uma mulher muito bonita, mas é irmã dá, sei lá…Gisele Bundchen ou Beyonce. É díficil se destacar. É mais ou menos o que acontece com a praia do Porto, que seria considerada linda em qualquer outro lugar, mas em Noronha ela é a menos bonita de todas.

DSC_0028.JPG
Porto de Santo Antônio

Ela é a mais urbana e é de lá que saem os diversos passeios de barco da ilha. Ali também onde fica o naufrágio o navio grego Eleani Sthatathos, um ótimo ponto de mergulho e com uma vida marinha riquissíma.

Praia da Biboca

Bem abaixo do Forte do Remédios, fica essa praia que não é muito indicada para banho por conta das ondas. Mas ela é um paraíso para os surfistas e a vista é bem bonita.

Praia do Cachorro

Se você ficar hospedado na Vila dos Remédios, essa provavelmente será a primeira praia que irá conhecer. É ali que fica o Bar do Cachorro, o mais famoso da ilha e onde acontecem os forrós mais famosos da ilha. Sem querer desanimar ninguém: não espere nada da noite de Noronha.

Praia do Cachorro.jpg
Praia do Cachorro vista do cantinho

Existe uma escada que dá acesso à praia que tem uma água super cristalina. Do lado direito da praia existe um paredão onde fica o Buraco do Galego, que é possível chegar caminhando pelas pedras ou nadando. Ele fica mais bonito em tempos de maré baixa.

Nadando um pouco adiante do Buraco do Galego, existe uma fenda no paredão que forma um túnel ótimo para mergulhar.

Praia do Meio

Ela fica do lado da Praia do Cachorro e é possível ir facilmente andando. Se você chegou em um vôo no final de tarde e não quer deixar o dia passar em branco, corra para o Bar do Meio para ver o pôr do sol. No meio das pedras são formadas várias piscinas naturais

Praia da Conceição

DSC_0073.JPG
Muito sossego na Praia da Conceição

Aos pés do Morro do Pico fica a praia favorita dos ilhéus. Também é possível chegar nela caminhando e ela fica logo depois da Praia do Meio. Existe apenas um bar, que é bem caro. É um dos lugares mais bonitos para ver o sol de pôr na ilha.  Tive a impressão que ela tem menos turistas que nas outras praias. O lugar atrai muitos surfistas entre novembro e fevereiro, melhor período para praticar o esporte na ilha.

Praia do Boldró

Mais uma praia que atrai surfistas. Quando a maré baixa, ela é ótima para caminhadas. O Forte do Boldró, que fica em uma falésia, é um dos lugares mais famosos para ver o pôr do sol na ilha com vista para o morro dois irmãos.  No forte existe um único barzinho que serve bebidas e alguns petiscos.

Praia do Americano

dsc_0797
Praia do Americano vista do Forte do Boldró

Cercada por um paredão de rochas essa é uma das praias mais miudinhas da ilha. Ela fica entre o Boldró e a Praia do Bode e recebeu esse nome porque foi ocupada por americanos no século passado.

Embora tenha águas calmas e uma beleza que não deixa nada a desejar em comparação às outras, esta é uma das praias menos frequentadas da ilha. Ideal para quem sempre sonhou em ter uma praia paradisíaca para chamar de sua.

Praia do Bode

É possível chegar na praia por meio de um caminho de pedras relativamente fácil. Ali, é possível encontrar ondas fortes e piscinas naturais formadas entre as pedras. A Pedra do Bode serve como um mirante. Na maré baixa, é possível ir caminhando até a Praia da Quixabinha e Cacimba do Padre.

Praia da Quixabinha

Ela é tão miudinha que praticamente some na maré alta. Muitos turistas saem da ilha sem nem saber da existência dela, tadinha.  Localizada entre a Praia do Bode e a Cacimba do Padre, ela é uma boa opção para banho na maré baixa.

Praia da Cacimba do Padre

dsc_0667
Cacimba do Padre

A praia abriga o cartão-postal mais famoso de Fernando de Noronha: o Morro Dois Irmãos. A praia, que possui 480 metros de extensão, areia clara e mar muito azul, é um ponto obrigatório no roteiro de todos os turistas. Na maré baixa é possível chegar lá caminhando ou de carro por uma estrada de terra batida.

É a praia favorita dos surfistas e é um dos melhores pontos de surf do país. É um lugar bacana para quem curte mergulho de apnéia, mas por conta das correntes marítimas, é importante levar um guia.

A praia é também o lugar de desova das tartarugas marinhas e, com sorte, é possível acompanhar a abertura dos ninhos. Para saber datas e horários é preciso entrar em contato com o projeto Tamar.

Curiosidade: Antes o lugar de chamava Praia da Quixaba, mas mudou de nome em 1888 quando um capelão do presídio descobriu um ponto de água potável. Como contamos nesse post, a ilha costumava funcionar como um presidio. Perto da Praia da Cacimba ficava a Vila da Quixaba, onde os presidiários com mau comportamento eram levados.  

Baía dos Porcos

dsc_0547
Baía dos Porcos vista do mirante

A única maneira de chegar na praia é por meio de um caminho de pedras a partir da Cacimba do Padre. A  pequena trilha é recompensada por uma vista incrível para o Morro Dois Irmãos, uma infinidade de piscinas naturais e muitos peixes.

O ideal é ir na maré baixa, quando as piscinas são formadas. Por uma questão de preservação, algumas delas são proibidas para os visitantes.

O ingresso para o Parque Nacional Marinho é obrigatório.

Baía do Sancho

IMG-20160629-WA0059.jpg
Praia do Sancho, sou a mais bonita do Brasil. Prazer. 

Ela é apenas a praia mais bonita do Brasil e segunda mais bonita do mundo, segundo o Tripadvisor. E de fato é difícil não ficar abestalhado com tanta beleza.

Logo na entrada existem quatro mirantes: dois com vista para o Sancho, um para a Baía dos Porcos/Morros Dois Irmãos e o último para Baía dos Golfinhos. Esse é o lugar para tirar a foto perfeita que vai ser a imagem de perfil de todas as redes sociais…hehe

O acesso é feito por dois lances de escada entre as fendas de uma rocha, que pode ser complicado para quem tem claustrofobia.  Uma outra maneira de chegar ao sancho é escolher um dos passeios de barco que tenham parada na praia.

Ela faz parte do Parque Nacional Marinho e o ingresso é obrigatório.

Baía dos Golfinhos

Essa não é uma praia, mas uma enseada cercada por pedras e apenas barcos com autorização do ICMBio podem chegar ao local. A Baía dos Golfinhos é o maior aquário de golfinhos do mundo e onde centenas de golfinhos dão um espetáculo todos os dias. ❤

É possível observar os golfinhos no mirante que leva o mesmo nome da baía e fica perto da Praia do Sancho. Alguns passeios de barco passam na proximidade. Sabe aqueles vídeos de Noronha que as embarcações são cercadas de golfinhos? Eles são feitos por ali.

Ingresso para o Parque Nacional Marinho é obrigatório.

Ponta da Sapata

Ela é a extremidade da ilha principal e é um dos principais pontos de mergulho da ilha. Ela é coberta por vegetação nativa.

Praias do Mar de Fora

Praia do Leão

leao.jpg
Praia do Leão

A praia tem esse nome por conta de uma pedra que lembra um leão-marinho deitado. Sério, não tive imaginação para enxergar isso. Ao lado dessa pedra, fica o morro da viuvinha. Está entre as cinco praias mais bonitas da país. Respeitosamente, discordo bastante, apesar do lugar ser muito bonito.

O lugar é um ponto de desova de tartarugas e, durante essa época, o acesso é proibido depois das 18h. Para entrar, é preciso o ingresso do Parque Nacional Marinho.

Ponta das Caracas

O banho no local é terminantemente proibido por conta do perigo da descida. Ela fica entre a Praia do Leão e Sueste e possui muitas piscinas naturais.

Baía Sueste

sueste.jpg
Praia do Sueste  em um dia pouco fotogênico

Essa foi a única praia que tivemos uma péssima visibilidade. Foi pura falta de sorte, já que ela quase sempre tem águas calminhas, transparentes e um dos melhores lugares para quem deseja ver tartarugas marinhas e tubarões. A praia também possui um pequeno mangue.

O lugar é ótimo para fazer mergulho livre, mas por ser um ecossistema muito frágil e um dos principais pontos de alimentação das tartarugas, o controle é bem rígido. O uso de colete é obrigatório e é permitido nadar apenas nas áreas indicadas por bóias.

Para entrar, é preciso o ingresso do Parque Nacional Marinho.

Praia de Atalaia

atlaia

Esse é um dos berçários naturais mais ricos da ilha. O acesso é muito limitado e é preciso agendar antes da viagem. Ingresso para o Parque Nacional Marinho é obrigatório.

Explicamos aqui tudo sobre a praia.

Enseada da Caeira

É um habitat de tubarões e os banhos são terminantemente proibidos para protegê-los. O caminho é cheio de pedras e faz parte da trilha longa do Atalaia.

Buraco da Raquel

Perto da praia do Porto, o lugar é cheio de piscinas naturais. Por motivos de preservação, o banho  é proibido no local. É possível apreciar o local de um mirante.

Segundo os moradores o local recebeu esse nome por conta da filha de um militar que morava na ilha. A menina tinha problemas mentais e o “buraco” era o lugar que ela frequentemente se escondia.

Ponta da Air France

Esse é o ponto de encontro entre o Mar de Dentro e o Mar de Fora. A vista  muda ao longo do dia e de acordo com a maré. As águas são muito agitadas e não é permitido nadar no local. O mirante tem vista para as ilhotas de São José, Rata e Sela Gigante, que fazem parte de Noronha.

Ela tem esse nome porque, na década de 30, serviu como base de apoio para franceses.

Mais posts sobre Fernando de Noronha:

Como economizar em Fernando de Noronha

Tudo que você precisa saber para merguhar em Fernando de Noronha

Passeios em Fernando de Noronha

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s