Agra além do Taj Mahal

Todos os dias, centenas de turistas chegam à cidade de Agra, na índia. A maioria deles chega com o intuito de conhecer o principal cartão-postal indiano, o Taj Mahal.  Neste post, você pode saber tudo sobre o Taj,  uma das Sete Maravilhas do Mundo Moderno.

Mas nem só de Taj Mahal vive Agra e há outros locais que merecem  a visita. Ao todo, passei duas noites por lá e acho que foi o suficiente. O aeroporto da cidade está desativado e é possível chegar de trem ou carro, geralmente saindo de Delhi.

O  trajeto entre Delhi e Agra demora umas três horas. Como contratei um motorista e acabei parando em outros pontos pontos no caminho, minha viagem durou cinco horas.  O motorista trabalhava para agência de turismo do hotel em Delhi, achei uma maneira muito segura e evitou muitas dores de cabeça. Ele custou em torno de $ 55 dólares por dia,   então se você tiver alguém para dividir, vale muito a pena. Ah! Nunca pegue um motorista aleatório, especialmente se você for mulher.

Fazer parte da viagem de carro  foi uma ótima escolha, pois pude fazer tudo no meu tempo e parar em alguns lugares que queria. Além disso, vi uma Índia que não teria visto da janelinha do trem 🙂

No caminho, paramos em Mathura, onde visitamos o templo onde nasceu o deus Krishna. Não é permitido nenhum tipo de registro fotográfico. Não vi nenhum turista por lá. Acho que para quem possui uma relação próxima com a religião Hindu vale a pena a visita.  O que me marcou mesmo na cidade foi a pobreza. Embora  para muitos ela possa parecer reddante quando falamos de Índia, ali tudo era muito cru – justamente por não ser turistico. 

Também paramos na Tumba de Akbar, em Sikandara, construída para um dos maiores imperadores mongóis e é bem bonita!  A entrada custa 110 rúpias ( algo em torno de $1,70)

 

DSC_2485.JPG
Tumba de Akbar ao fundo 

 

O que ver em Agra

Agra Fort

 

Este é o segundo monumento mais importante da cidade. Fica um pouco afastado, mas não é tão longe e tem uma vista bem bonita do Taj Mahal ( sempre ele…rs). Tombado pela Unesco, ele é uma cidade palácio, e foi onde o imperador Shah Jahan,  que construiu o Taj Mahal, passou seus últimos anos de vida. A entrada custa 300 rúpias ( mais ou menos $4,60)

Tomb of I’timād-ud-Daulah

 

Também não tenho ideia de como se pronúncia. Por conta da ( leve) semelhança com o  Taj Mahal, ele é conhecido como “Baby Taj” e isso facilita muito a vida.  Se você tiver tempo, vale uma passada, mas é difícil se impressionar depois de ver o Taj…rs Também custa 110 rúpias ( $1,70)

Onde Ficar

Como o Taj era meu principal objetivo em Agra, queria um hotel perto e com vista para ele. Fiquei no Atulyaa Taj e foi uma ótima escolha. A equipe é atenciosa, dá para ir andando para o Taj e, sim, tem vista para o monumento. Recomendo e, na mesma rua, há outros diversos hotéis.

Onde Comer

Em alguns posts falei que a escolha mais segura para comer são restaurantes que tenham um fluxo maior de turistas.  Meu restaurante favorito em Agra foi o Pinch of Spice, uma das melhores comidas que provei na Índia.

Um lugar muito famoso em Agra, é o Sheroes Hangout. Ele ganhou os noticiarios internacionais porque é foi fundado por mulheres que foram vítimas de ataque com ácido e possuem o rosto deformado. Infelizmente, isso é algo relativamente comum na Índia, e 500 mulheres foram vítimas deste tipo de violência apenas em 2015.

Além das fundadoras, a equipe é formada por estas vítimas. Além de um recomeço, esta é uma maneira de dar visibilidade a situação de vulnerabilidade das mulheres na Índia. O Sheroes Hangout, fica a poucos blocos do Taj Mahal.  Acabei dessitindo de ir, por achar que ia ficar bastante chocada. Me arrependo bastante.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: